Plantão
CURIOSIDADES

7 SINAIS DE QUE, TALVEZ, VOCÊ TENHA SÉRIOS PROBLEMAS DE HIGIENE E NÃO PERCEBEU

Publicado dia 03/06/2018 às 11h30min
Nós é que não queríamos ter que te dizer isso e, provavelmente, seus amigos e/ou familiares também não disseram nada por educação.

Você se considera uma pessoa bacana. É inteligente, tem um bom papo e está sempre disposto a ajudar os outros. Mas mesmo assim, você não entende, por quê tem poucos ou nenhum amigo? Repare se alguma dessas situações já aconteceu com você: as pessoas ficam pouco tempo ao seu lado e de repente saem, geralmente com pressa, para um assunto inadiável? Ou então elas evitam olhar no seu rosto, mantem-se um pouco afastadas e na hora da despedida nem sequer tocam em você?

Nós é que não queríamos ter que te dizer isso e, provavelmente, seus amigos e/ou familiares também não disseram nada por educação. Mas você já se questionou se o seu problema não é apenas uma questão de higiene? É possível que você seja o único que ainda não tenha percebido isso.

Mas calma, pra tudo tem solução. Estes 7 sinais vão te ajudar a se manter vigilantes quanto a higiene. Se você tem um ou mais desses sintomas é melhor tomar uma providência o mais rápido possível.

1 - Cecê

A transpiração é um processo normal do corpo e a função do suor é o de controlar a temperatura corporal. Por exemplo, se está muito quente, o corpo vai produzir mais suor, para equilibrar a temperatura e assim "resfriar" o corpo.

Já o "cecê" ou a "pizza", como é popularmente conhecido, é o mau odor produzido nas axilas durante esse processo. O seu nome técnico é "bromidrose axilar" e ela acontece com mais frequência nos meses de verão.

Portanto, se suas camisas ou blusas ficam molhadas debaixo do braço com frequência, fique alerta! Essa umidade pode produzir um cheiro ruim e por via das dúvidas é sempre bom levar um desodorante aonde quer que você vá.

2 - Chulé

Assim como o cecê, o chulé geralmente é causado pelo suor excessivo dos pés. O seu nome técnico é "bromidrose plantar". Mas não culpemos somente o suor por esse mal que pode abalar a autoestima de qualquer pessoa. A transpiração não é a única culpada pelo chulé e sim, o suor aliado à falta de higiene dos calçados, que ao longo do tempo acumulam fungos e bactérias que aumentam ainda mais a potência desse odor tão desagradável.

Por isso, se você tem a sensação que seus pés estão "molhados" é provável que o cheiro deles também não esteja dos melhores. Preste atenção!

É importante lavar e secar muito bem os pés. Não usar o mesmo sapato todos os dias. Limpá-los sempre após o uso. E se nada disso funcionar, talcos e sprays específicos para os sapatos podem ajudar a manter os pés secos e assim, livres desse cheirinho terrível.

3 - Bafo de onça

Se você escova os dentes com frequência, no mínimo duas vezes por dia, incluindo a limpeza da língua... Se você passa o fio dental e ainda usa o enxaguante bucal e nada disso adianta, é provável que você tenha halitose. A halitose, ou mal hálito é um problema que você talvez não perceba, mas as pessoas com quem você convive com certeza já notaram. Como evitá-la?

A halitose pode ser um sinal de que alguma coisa esteja errada no seu organismo. Por isso, nesses casos, a preocupação com a alimentação deve ser redobrada. Deve-se dar preferência para alimentos fibrosos, e evitar alguns "vilões" do hálito como cebola e alho, que exalam um cheiro muito forte.

Além disso, recomenda-se beber 2 ou mais litros de água por dia, realizar exercícios físicos para diminuir o estresse, não fazer jejuns prolongados e consultar seu dentista regularmente.

4 - Mãos e Unhas sujas

As mãos também são o nosso cartão de visita. É ela quem fecha acordos, quem realiza cumprimentos, quem estabelece o primeiro contato com terceiros. Durante todo o dia, são as mãos que entram em contato direto com micro-organismos causadores de doenças, como a gripe, por isso é tão importante lavá-las com regularidade, assim como manter as unhas limpas e cortadas.

É praticamente impossível não notar que as mãos estão sujas, mas se você está negligenciando a higiene das suas unhas, fica aqui o aviso, elas também pode passar doenças, então não culpe os outros pela sua própria displicência.

5 - Cabelo sujo

Geralmente os homens não sofrem tanto com esse problema. Eles lavam o cabelo e já estão prontos para sair. Por outro lado as mulheres, que podem ter cabelos grandes ou precisam secá-los e arrumá-los conforme seus gostos particulares, acabam sofrendo mais com o trabalho de cuidar das madeixas.

Acontece que não existe uma recomendação correta para todo mundo. Quem tem cabelos mais secos, não precisam lavar os cabelos todos os dias, por que isso pode ressecá-los ainda mais. Já quem tem cabelos mais oleosos precisam lavá-los quase todos os dias, para que não fiquem com aquele aspecto "grudado".

Se você está coçando muito a cabeça é provável que seu couro cabeludo esteja escamando devido a quantidade de oleosidade retida nos fios. Isso causa seborréia, a famosa caspa. E todo mundo sabe como é desagradável aquele aspecto de neve caindo sobre as roupas. Isso sem contar que as pessoas do seu lado podem achar que você está com piolho! O que pode ser ainda pior.

Portanto, aqui cabe o bom senso de cada um. Um espelho é o suficiente para saber se você está precisando ou não lavar o cabelo.

6 - Roupa suja

O aspecto das roupas também é muito importante para se ter uma boa convivência social. Se suas roupas estão visivelmente sujas significa que já passou e muito, do tempo de lavá-las novamente. Além da imagem pessoal, as roupas também podem transmitir micro-organismos que causam doenças, além do fato de que elas retêm suor e outros odores por onde você passou, como fumaça de carros, cheiro de cigarro, comidas e etc.

Vamos combinar que depois de usá-las é necessário lavá-las. Sempre. Além da sua própria saúde você vai estar cuidado também da saúde do seu próximo, além da sua própria imagem.

7 - Banho é bom

Se você tem vários, quase todos ou TODOS os problemas nessa lista, não se desespere. É possível que seu problema não seja o cecê ou o chulé, por exemplo, mas a falta de um bom e belo BANHO. Simples assim. Cuidar das roupas e não cuidar do seu próprio corpo não vai resolver esse cheirinho desagradável que você está exalando por aí.

A pele é o maior órgão do corpo humano e funciona como uma barreira natural contra a entrada daqueles tão falados micro-organismos. Para um banho eficiente, nenhum segredo além da água e do sabonete. Uma esponja também pode te ajudar a remover as sujeiras mais difíceis além de estimular a circulação dos vasos sanguíneos. A frequência do banho também depende da necessidade e da rotina de cada um. Mas pelo menos um banho é recomendado por dia.

É importante também ressaltar que muitas pessoas seguem passo a passo essas dicas e mesmo assim, por problemas de saúde, continuam exalando um "cheiro ruim" e isso nada tem a ver com seus hábitos de higiene. Se você segue essas recomendações e mesmo assim sofre com um ou mais desses problemas procure ajuda médica e terá o melhor tratamento.

Mas e você? Conhece ou tem algum amigo que precisa urgentemente desse toque? Deixa aqui o seu comentário ou então mande para aquele amigo que está precisando acordar para a vida, porque todo mundo já percebeu, menos ele, que é preciso urgentemente mudar alguns hábitos de higiene.

Fonte: Brasil Escola
Para ouvir nossa rádio, baixe o aplicativo RadiosNet para celulares e tablets com Android ou iPhone/iPads.

Fale Conosco

Rua Maria Julia da Mota, 326, Centro Riacho das Almas - PE
(81) 9811-62033 | (81) 9962-68152 | (81) 9811-62033
radiocanaacontato@outlook.com